Navigate / search

Ana Paula Oliveira

ana-paula-oliveira.jpg

Só se fala nisso: na bandeirinha que vai mostrar o gramado pra galera. Bom, comprovando que nós, do Nadaver, somos mancebos traquinas, vamos tentar adivinhar quais serão os possíveis manchetes para divulgação da Revista Playboy com a Ana Paula Oliveira, antes de chegar às bancas. Lá vai:

– A bandeirinha sem impedimento.
– Ana Paula dá bandeira.
РVeja a zona do agrịo da bandeirinha.
– Só ela vê o homem que vem de trás.
– Fique na banheira com Ana Paula.
– Ana Paula, sem regras.
– 90 minutos de duas bolas rolando
РEssa pelada voc̻ vai querer ver.
РCuidado com a morte s̼bita.

obs: fique à vontade para criar suas manchetes. Basta escrever sua sugestão aí em cima onde lê-se “comentários”.

Dedé Santana

vinheta-dede-santana.jpg

De.dé San.ta.na subst personagem que tenta ser a estrela principal de um elenco, mas, que por completa falta de jeito para o humor, não consegue arrancar nenhum tipo de riso.
Sua principal função é servir de escada, ou seja, trabalhar para que outro artista brilhe. A ele cabe carregar o piano, aos outros atores, receber as palmas. Dedé nunca é aplaudido. Se for ovacionado, deixa de ser Dedé. Nem mesmo quando lançava mão do seu dificílimo bordão “Nãããããããããão”, Dedé era aclamado com apupos. Se o fosse, não seria o Dedé.
Os Dedés Santana estão espalhados em várias esferas do cotidiano: nas artes, no esporte e, principalmente, na escola e no trabalho. A partir de amanhã iremos selecionar os genéricos do legítimo Dedé Santana que mais se destacaram. Ou que tentaram ser um Didi, mas que sempre foram um Dedé…